PRT Manuel Serifo Nhamajo durante o seu discurso na ANP, comemorando os 40 anos da independência da Guiné-Bissau

Celebração dos 40 anos de independência da Guiné-Bissau, na ANP, em Bissau

Celebração dos 40 anos de independência da Guiné-Bissau, na ANP, em Bissau

“…Durante esses 40 anos poderíamos ter feito mais e melhor mas, o mais importante neste momento é encararmos o futuro com determinação para que nunca mais se regista casos de instabilidade que conduzam a interrupção da Legislatura.De igual modo devemos lutar para que a estabilidade permanente seja uma realidade na Guiné-Bissau”. 

PRT Manuel Serifo Nhamajo durante o seu discurso na ANP, comemorando os 40 anos da independência da Guiné-Bissau

  • Senhor Presidente da Assembleia Nacional Popular
  • Senhor Primeiro-Ministro
  • Senhora Presidente do Supremo Tribunal da Justiça
  • Senhor Procurador Geral da República
  • Senhor Presidente do Tribunal de Contas
  • Senhor Presidente da Câmara Municipal de Bissau
  • Chefe de Estado Maior General e demais Chefias Militares   
  • Distintos Representantes dos Combatentes da Liberdade da Pátria
  • Senhores Embaixadores, Representantes de Países Amigos e das Organizações Internacionais
  • Distintos Representantes dos Partidos Políticos
  • Distintos Representantes das Confissões Religiosas 
  • Senhores Representantes da Sociedade Civil
  • Senhores Representantes dos Trabalhadores e dos Empresários
  • Senhores Representantes das Associações Desportivas, Recreativas e Culturais

(mais…)

Discurso do PRT Manuel Serifo Nhamajo durante a 11a Reunião Ordinária do Conselho de Governadores do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO

PRT Manuel Serifo Nhamajo durante o seu discurso - 11a Reunião Ordinária do Conselho de Governadores do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO

PRT Manuel Serifo Nhamajo durante o seu discurso – 11a Reunião Ordinária do Conselho de Governadores do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO

Senhor Ministro da Economia e Integração Regional;

Senhor Ministro do Comercio e da Valorização dos Produtos Locais;

Senhor Secretario de Estado da Integração Regional;

Senhor Presidente em Exercício do Conselho de Governadores;

Senhor Presidente do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO (BIDC);

Senhor Representante Residente das Naçôes Unidas;

Senhor Director Nacional do BCEAO;

Senhor Decano do Corpo Diplomático;

Senhor Embaixador da República Federal da Nigéria;

Senhoras e Senhores Governadores;

Senhor Vice-Presidente da Comissão da CEDEAO;

Senhor Representante Residente da UEMOA;

Senhor Representante do Banco Mundial;

Senhor Representante da União Europeia;

Senhor Representante do Fundo Monetário Internacional;

Senhores Conselheiros do Presidente da Republica

Ilustres convidados;

As minhas palavras iniciais são dirigidas a todas as delegações aqui presentes, a quem desejo boas vindas a Guiné-Bissau e uma boa estada neste solo pátrio de Amílcar Cabral, durante esta 11a Reunião Ordinária do Conselho de Governadores do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO (BIDC).

(mais…)

Discurso do PRT Manuel Serifo Nhamajo durante o lançamento primeira pedra da reabilitação das vias urbanas de Bissau

PRT Manuel Serifo Nhamajo no lançamento da primeira pedra

PRT Manuel Serifo Nhamajo no lançamento da primeira pedra

Senhor Ministro das Infra-estruturas;

Senhores Membros do Governo;

Senhor Representantes da BOAD;

Senhor Representante da UEMOA;

Senhor Presidente da Câmara Municipal de Bissau;

Ilustres convidados.

Minhas Senhoras e Meus Senhores;

É com grande satisfação que hoje faço esta intervenção neste acto de lançamento da primeira pedra para reabilitação e construção de novas vias urbanas de Bissau.

(mais…)

Discurso do PRT Manuel Serifo Nhamajo no empossamento do novo governo de transição

Serifo Nhamajo, quando discursava na tomada de posse do novo Governo

Serifo Nhamajo, quando discursava na tomada de posse do novo Governo

Discurso de Sua Excelência Senhor Presidente da Republica de Transição Por ocasião da Tomada de posse do Governo Mais Inclusivo de Transição

Senhor Presidente da Assembleia Nacional Popular

Senhor Primeiro Ministro

Senhor Presidente do Supremo Tribunal de Justiça

Senhor Procurador Geral da Republica

Senhor Presidente do Tribunal de Contas

Digníssimos Representantes de Partidos políticos

Digníssimos Representantes da Sociedade CIVIL

Senhor Representante do Secretário Geral das Nações Unidas

Senhor Representante da união Africana

Senhor Representante da Comunidade dos Estados da África Ocidental

Senhor Representante da União Europeia

Senhores Representantes do Corpo Diplomático e dos organismos Internacionais acreditados no Pais

Senhores Membros do Governo

Senhor Chefe de Estado Maior General das Forças Armada e as demais chefias militares

Senhores Conselheiros de Estado

Senhores Conselheiros do Presidente da Republica

Minhas Senhoras e, Meus Senhores

(mais…)

Mensagem do PRT Manuel Serifo Nhamajo à Nação – 11 de Maio de 2013

PRT Manuel Serifo Nhamajo na despedida dos peregrinos à cidade santa de Jerusalém

PRT Manuel Serifo Nhamajo na despedida dos peregrinos à cidade santa de Jerusalém

Caros concidadãos,

Não constitui dúvida para nenhum de nós que o nosso querido País, a Guiné-Bissau que tanto amamos, está a passar por um período de turbulência política que nos preocupa a todos e, cuja solução requer a contribuição de todos os filhos desta terra.

Eu estou engajado incondicionalmente nesse esforço de cidadania e, por isso, na qualidade do Presidente da Republica de Transição, quero aproveitar esta ocasião, para reafirmar-vos isso mesmo.

Continue reading

Declaração do PRT Manuel Serifo Nhamajo sobre a erradicação da violência contra as mulheres e as meninas, em todo o mundo

Declaração Política de Compromisso para a

Erradicação da Violência Contra as Mulheres

PRT Manuel Serifo Nhamajo na leitura da declaração política sobre o dia da Mulher, 8 de Março

Na minha qualidade de Presidente da República de Transição, assumindo os deveres de primeiro Magistrado da nação e garante da igualdade de tratamento e do respeito pelos direitos de todos os cidadãos e cidadãs Bissau-Guineenses, associo-me ao apelo lançado pelo Secretário-Geral das Nações Unidas Ban Ki-Moon sobre a erradicação da violência contra as mulheres e as meninas, em todo o mundo.

(mais…)

DISCURSO DE MANUEL SERIFO NHAMAJO NA CONFERENCIA MUNDIAL PARA A PAZ EM SEUL

Manuel Serifo Nhamajo discursa na Conferência de Seul

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MANUEL SERIFO NHAMAJO

PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE TRANSIÇÃO, NA CONFERENCIA MUNDIAL PARA A PAZ

SEUL- COREIA DE SUL, 23 DE FEVEREIRO DE 2013

Foi com surpreendente e incomensurável emoção e prazer que recebi a notícia desta louvável e marcante iniciativa da prestigiada organização, Federação Universal para a Paz.

Emoção e prazer que se duplicam pelo facto do tema a tratar, aqui e agora, incidir sobre o meu maravilhoso Pais, a Pátria do Grande Herói e Pensador Amílcar Cabral.

Agradeço o convite formulado e aproveito a oportunidade para uma vez mais, em nome do Povo da Guiné-Bissau e em meu nome pessoal, apresentar a família MOON e a família UPF as minhas mais sentidas condolências pelo desaparecimento prematuro do Reverendo Doutor Moon Fundador da UPF.

Gostaria de direcionar a minha intervenção em três aspetos fundamentais:

Em Primeiro lugar, quem somos e porque estamos aqui; em segundo lugar; qual e a nossa atual situação enquanto pequeno e pobre Pais de África Ocidental e em terceiro lugar, o que fazemos para ultrapassar e como faze-lo

A Guine Bissau durante mais de 5 séculos sob dominação colonial portuguesa, conquistou a sua independência, na segunda metade do século 20, através de um processo de libertação em que foram consentidos sacrifícios incontáveis pelas suas populações, como poucas vezes terá sido registado nos anais da história contemporânea.

Mas se a luta de libertação nacional visava como fim último a eliminação do jugo colonial na nossa terra, ela foi também e simultaneamente, como dizia sempre o fundador da nossa nacionalidade, Amílcar Cabral, um factor de constituição e afirmação da nossa identidade;

Com efeito, numa superfície de 36.125 km2 que em épocas de chuvas chega a reduzir-se em cerca de um terço, convivem em perfeita harmonia mais de duas dezenas de etnias constituindo um verdadeiro e diversificado mosaico étnico-cultural;

Esta realidade que durante a dominação estrangeira foi explorada em benefício do ocupante constitui hoje uma poderosa forca do nosso processo de desenvolvimento.

Após quatro décadas da conquista da nossa independência e vividos

Sucessivos eventos políticos e militares muito complexos, com o apoio da comunidade internacional e, em particular da CEDEAO, a Guiné-Bissau demonstrou a sua capacidade de normalizar o seu quotidiano.

A evidência é clara e qualquer cidadão que circule tranquilamente nas nossas ruas, estradas e caminhos, o pode testemunhar:

Dispomos de um Governo de Transição que, não obstante a situação económica difícil que atravessamos, a nível mundial, conseguiu estabilizar alguns indicadores económicos fundamentais, pagar salários e conter as tensões sociais que se avizinhavam.

Dispomos de um parlamento que funciona normalmente através de um debate político inclusivo entre todos os actores, incluindo as forcas políticas que se sentiam excluídas o com o evento de Abril de 2012. Parlamento este que com o propósito de assegurar uma transição tranquila e debatida, alterou a constituição de forma a assegurar que todos os mecanismos de Estado estejam activos até às eleições que estamos a programar.

Reiniciámos a operacionalidade de outros Órgãos de Soberania, tal como o Supremo Tribunal de Justiça cuja cúpula eleita acaba de tomar posse no passado dia 14 do corrente mês de Fevereiro.

Registamos com satisfação o reconhecimento dos nossos esforços em alguns fóruns internacionais em que a Guiné-Bissau esteve presente.

A Guiné-Bissau, sendo um estado laico, é uma das nações do mundo onde mais harmonia e tolerância de fé se praticam e se testemunham nas cidades e nas aldeias, por via da prática corrente das várias opções religiosas; nesse sentido, é um país aberto, multicultural e multirreligioso onde a prática da aceitação do próximo é vivida pelo nosso Povo – esse é um dos valores fundamentais do meu País.

Todavia, a Guiné-Bissau é um pais que ainda se confronta com fortes limitações. Os indicadores de bem‑estar económico e social expressam uma dura realidade para o Pais e para o nosso Povo.

No aspecto económico a Guiné-Bissau continua a fazer parte do grupo de países menos avançados. Essa situação infelizmente e agravada pela instabilidade permanente que o pais tem vivido na ultima década e meia e que apenas um governo legitimo, assente na vontade popular expressa nas urnas e imbuído de espírito patriótico poderá estancar, inverter e impulsionar.

Esta e a situação em que involuntariamente nos encontramos. Em boa verdade, as ajudas bilaterais e multilaterais ao desenvolvimento, apesar de terem uma história de dezenas de anos, não foram suficientes e nos não fomos capazes de proporcionar quaisquer processos reais de gerar prosperidade; mormente de fomento da paz de segurança e de uma verdadeira promoção do desenvolvimento.

Hoje, eis-nos face ao mundo inteiro e face a nós mesmos, face a um destino que parecia comprometido, mas de que sabemos atingir a meta pois que cada situação tem a sua solução, cremos em Deus e no futuro.

Hoje, as nossas populações provaram que somos uma Nação que pode viver a Utopia duma sociedade reinventada numa harmonia que tem como componente vital a aceitação das várias confissões e praticas religiosas.

A nos como políticos cabe-nos promover essa Utopia e estar atentos para que o bem estar das nossas sociedades, não se torne dependente, na sua essência, da acumulação de valores materiais.

Termino pelo agradecimento a esta Comunidade pela excelente organização deste evento e de nos dar a oportunidade de mostrar ao Mundo a nossa determinação, em estreita colaboração com todos os atores sociais, em lutar com todas as nossas forças pela paz e desenvolvimento em prol das nossas sociedades.

 

Discurso do Presidente da Republica de Transição no empossamento do Presidente e Vice Presidente do Supremo Tribunal da Justiça ( Dr. Paulo Sanha e Dr. Rui Nené)

PRT Manuel Serifo Nhamajo (cen.), Presidente da ANP, Ibraima Djaló (esq.) e Presidente do STJ, Paulo Sanhá (dir.)

PRT Manuel Serifo Nhamajo (cen.), Presidente da ANP, Ibraima Djaló (esq.) e Presidente do STJ, Paulo Sanhá (dir.)

Senhor Presidente da Assembleia Nacional Popular

Venerando Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça,

Excelência, Senhor Ministro da Justiça

Digníssimo Procurador Geral da Republica

Venerando Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça do Benin,

Venerando Presidente do Tribunal de Contas

Venerandos Juízes Conselheiros

Digníssimos Procuradores da Republica

Ilustre Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados

Excelência, Senhor Decano dos Embaixadores

Excelências, Senhores Embaixadores e representantes do das Organizações Internacionais

Ilustres Convidados

Minhas Senhoras e Meus Senhores

 

(mais…)

PRT Manuel Serifo Nhamajo participa nas comemorações do dia dos Heróis Nacionais em Bafatá

População de Bafatá no comício de 20 de Janeiro de 2013

População de Bafatá no comício de 20 de Janeiro de 2013

Bafatá (Gabinete de Imprensa da Presidência da República, 20 de Janeiro de 2013) - Comemorou-se este domingo, 20 de Janeiro de 2013, o dia dos heróis nacionais, que coincidiu com o quadragésimo aniversário do assassinato de Amílcar Cabral, fundador das nacionalidades guineense e cabo-verdiana.

As comemorações começaram com o Presidência da República de Transição a colocar coroas de flores no Mausoléu da Fortaleza d’Amura, em memória dos heróis e mártires da luta de libertação nacional e, depois, Manuel Serifo Nhamajo seguiu para a cidade de Bafatá, onde decorreu o acto central destas comemorações.

(mais…)

PRT participa nas comemorações que marcam o primeiro aniversário da morte de Malam Bacai Sanhá

PRT Manuel Serifo Nhamajo a depositar flores na campa de Malam Bacai Sanhá

PRT Manuel Serifo Nhamajo a depositar flores na campa de Malam Bacai Sanhá

Bissau (Gabinete de Imprensa da Presidência da República, 9 de Janeiro de 2013) – Os familiares e amigos do falecido Presidente da República Malam Bacai Sanhá juntaram-se numa iniciativa conjunta, para comemorar o primeiro aniversário do desaparecimento da mesma figura nacional.

(mais…)